| CRÍTICAS | A Velha Guarda

Preconceitos à parte, quem é que diria que Charlize Theron se haveria de tornar na actriz de acção mais importante da actualidade? Qual Angelina Jolie qual quê! Desde Aeon Flux que Theron começou a flirtar com o cinema de acção e, nos últimos anos, Atomic Blonde – Agente Especial e Mad Max – Estrada da […]

| CRÍTICAS | Melinda e Melinda

Na vida temos três certezas: que todos nascemos, que todos morremos e que, para o ano, Woody Allen estreará um novo filme. Geralmente, o cinema de autor de Allen divide os espectadores em dois grupos bem distintos: os que gostaram e os que odiaram. E o que é certo é que, nos últimos anos, o […]

| CRÍTICAS | O Rei Leão

Imaginem a vossa pizza favorita. AQUELA pizza! Daquele restaurante em que usam ingredientes frescos, fazem a massa e o molho de tomate de raíz, e que vos deixa, depois de a comer, com a sensação de que pertencer à humanidade é uma coisa que…sim senhor, ainda vale a pena. Isso é O Rei Leão.  Agora […]

| CRÍTICAS | Os Filhos do Homem

As distopias mais assustadoras não são aquelas que imaginam futuros mirabolantes para a Humanidade, mas sim aquelas em que nos revemos. Por isso, é que Os Filhos do Homem é tão perturbador, já que parece que é o nosso amanhã que está a ser representado. E se, uma dúzia de anos depois da sua estreia, […]

| CRÍTICAS | 12 Anos Escravo

Como já conhecia o Steve McQueen da vídeo-arte, quando ele fez o Fome, confesso que pensei que ele fosse mais um daqueles tipos armados ao pingarelho convencidos que podem ser realizadores só porque são minimamente conhecidos. Contudo, tanto esse como o Vergonha convenceram-me e passei a encará-lo a sério. Bem a sério. Até que apareceu este 12 Anos […]

| CRÍTICAS | Phil Spector

A única coisa capaz de rivalizar com a genialidade de Phil Spector é o seu mau feitio. Se por um lado é unânime a importância do seu contributo para a história da música pop anglo-saxónica (especialmente com a sua técnica do wall of sound, com a qual gravou todos os girls groups dos anos 60 […]

| CRÍTICAS | Doutor Estranho

Vivemos tempos gloriosos! Em pleno século XXI, em que a ciência avançou até ao ponto de se comercializarem umas ampolas para darmos umas bufas bem-cheirosas, voltámos a ter no primeiro mundo doenças que haviam sido declarada erradicadas como o sarampo. Tudo porque as tretas new age voltaram à ordem do dia, mais fortes do que […]