| CRÍTICAS | Estranho Mundo

Olhamos para o cartaz de Estranho Mundo e o lettering do título é-nos familiar. Recorda-nos os DuckTales, pois caro. Que, por sua vez, já era influenciado pelo de Indiana Jones. Não admira, tendo em conta que Estranho Mundo tem como principal inspiração os mesmos filmes de aventura que inundavam as matinés domingueiras. No entanto, como […]

| CRÍTICAS | Evereste

O Monte Evereste, com os seus quase 9 mil metro de altitude, é o ponto mais alto do planeta e só foi alcançado pelo Homem em 1953 (pelo menos oficialmente). Durante 40 anos manteve-se como um dos pontos mais inacessíveis dos planeta, até que, nos anos 90, o alpinista neozelandês Rob Hall teve uma ideia […]

| CRÍTICAS | Donnie Darko

Foi chegar, ver e vencer. O sucesso de Richard Kelly quando tinha apenas 26 anos, no seu filme de estreia, Donnie Darko (escrito e realizado) foi tão rápido quanto o seu desaparecimento. As histórias dizem que, depois disso, ainda fez mais dois filmes, mas nada prova que isso seja verdade. E, hoje em dia, Richard […]

| CRÍTICAS | Homem-Aranha – Longe de Casa

O reboot do Homem-Aranha pela Marvel, às mãos de Jon Watts, fez-se com um Peter Parker mais jovem e umas nuances mais juvenis. Isso aproximou Homem-Aranha – Regresso a Casa do teen movie, com influências de John Hughes, onde até O Rei dos Gazeteiros era directamente referenciado por Watts. Tendo em conta esse padrão, podíamos […]

| CRÍTICAS | Velvet Buzzsaw

O mundo da arte, independentemente da área de expressão, é um mundo que recompensa muito mais a sorte, os contactos e (sobretudo) o dinheiro do que o mérito e o talento. Sempre foi assim e todos o sabem, mesmo que muitos não o queiram reconhecer e outros tantos achem que é um problema recente criado […]

| CRÍTICAS | Okja

Joon-ho Bong ganhou uma viagem para Hollywood com o sucesso internacional do The Host – A Criatura, onde foi vítima de bullying com o subvalorizado Expresso do Amanhã. Farto das exigências dos grandes estúdios, o sul-coreano aceitou a carta branca e a liberdade criativa do Netflix para se atirar a Okja. No entanto, o filme […]

| CRÍTICAS | Animais Nocturnos

Passar do mundo da moda para o cinema podia parecer um gesto caprichoso ou prepotente por parte de Tom Ford, do género posso, quero e mando. No entanto, mesmo sem ser propriamente um grande filme, Um Homem Singular provava que havia qualquer coisa de cineasta em Tom Ford, num trabalho com uma marca autoral muito forte. Por […]