| CRÍTICAS | Homem-Aranha – Sem Volta a Casa

o texto pode contar spoilers Ao admitir a existência do multiverso – realidades alternativas, em que tudo pode acontecer -, a Marvel tomava uma decisão de génio, matando dois coelhos com uma cajadada. Por um lado, arranjava um truque para explicar todos os buracos que poderiam haver nas suas histórias, tendo um deus ex machina […]

| CRÍTICAS | O Rei de Staten Island

Por mais que as traduções em português dos títulos dos seus filmes o tentem reduzir a um mero realizador de filmes adolescentes para ver com o cérebro desligado, Judd Apatow é mais do que isso. Bem mais do que isso. E não é por acaso que é um dos nomes mais importantes da comédia contemporânea […]

| CRÍTICAS | Homem-Aranha – Longe de Casa

O reboot do Homem-Aranha pela Marvel, às mãos de Jon Watts, fez-se com um Peter Parker mais jovem e umas nuances mais juvenis. Isso aproximou Homem-Aranha – Regresso a Casa do teen movie, com influências de John Hughes, onde até O Rei dos Gazeteiros era directamente referenciado por Watts. Tendo em conta esse padrão, podíamos […]

| CRÍTICAS | Homem-Aranha: Regresso a Casa

Confesso que já estava perdido com tanto filme do Homem-Aranha e que tive de ir confirmar ao google que episódio era este Regresso a Casa. Ora bem, então se percebi bem, primeiro houve a trilogia do Tobey Maguire, depois o remake com dois filmes com o Andrew Garfield e agora este reboot com o Tom […]

| CRÍTICAS | Bem-Vindo a Sarajevo

Michael Winterbottom é um realizador que tem construído um carreira ao mesmo tempo que utiliza o cinema para suprir desejos secretos e caprichos pessoais. Por exemplo, 9 Canções foi um pretexto para ir a concertos das bandas que gostava (e ver umas maminhas como bónus); Génova foi uma desculpa para ir passar umas férias a […]