| CRÍTICAS | ‘R Xmas – Nosso Natal

Abel Ferrara tem passado toda a sua carreira a reflectir sobre aquele tema muito cristão, que é a culpa. E que melhor altura para falar disso do que do Natal? É isso ‘R Xmas – Nosso Natal, um pequeno título na filmografia de Ferrara, quase artesanal.

Estamos então em Nova Iorque e é quase Natal. Drea de Matteo e Lillo Brancato são um casal da classe alta, que vivem bem, numa casa cara, com uma ama e usam roupas de marca. Ambos são traficantes e abastecem as ruas da Big Apple de coca. E é nesta aparente contradição que Abel Ferrara se diverte a montar este seu conto natalício, em que as personagens nem sequer têm nome, todas elas respondem apenas pelos arquétipos que são: a esposa, o marido, a filha..

‘R Xmas – Nosso Natal é um conto de Natal como o de Charles Dickens. Só que em vez de serem visitados pelo fantasma do Natal passado, Drea de Matteo e Lillo Brancato são visitados por Ice-T, um dos traficantes da rua que se abastece na casa do casal, que lhes vai trazer um abrir de olhos em forma de colisão frontal com a realidade. No entanto, isso poderá não ser suficiente para uma mudança de vida. Porque os filmes de Abel Ferrara não são fábulas morais como as de Dickens, são antes autênticas fábulas amorais sobre a vida como ela é. E o final em aberto dá a cada um espaço suficiente para o interpretarmos como acharmos melhor.

Tal como nos filmes menores de Abel Ferrara, também aqui há um caderno de encargos de muito boas intenções que depois não é totalmente explorado. Fica-se pela sua dimensão caseira, quase de filme de amigos, a que lhe falta mais sangue na guelra nas cenas de rua e à qual se dispensava a irritante theme song de sitcom televisiva que teima em aparecer demasiado vezes. Mais irritante só mesmo Lillo Brancato a teimar emular os maneirismos de Robert de Niro. ‘R Xmas – Nosso Natal é um Cheeseburger menor na filmografia de Abel Ferrara, mas que fica lá bem por ajudar a fazer sentido ao todo.

Título: ‘R Xmas
Realizador: Abel Ferrara
Ano: 2001

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *