| CRÍTICAS | American Pie – Girls’ Rules

O franchise do American Pie – A Primeira Vez já foi chão que deu uvas há muito tempo. As sequelas nunca tiveram o mesmo sucesso e nem sequer American Pie – O Reencontro, ao jogar com a nostalgia de reunir os personagens uma dúzia de anos depois do primeiro, fez com que alguém se importasse. […]

| CRÍTICAS | The Wolf of Snow Hollow

The Wolf of Snow Hollow inicia-se com os jovens Jimmy Tatro e Chloe East a chegarem a uma cabana num vilarejo chamado Snow Hollow para um fim-de-semana romântico. Meia dúzia de banalidades pelo meio e ela acaba desfeita em pedacinhos, no exterior da cabana, ficando no seu lugar a pegada de um lobo gigante. Fazemos […]

| CRÍTICAS | Creepshow – Contos de Terror

Os filmes-mosaico nunca costumam ser uma boa ideia, mas existe sempre uma excepção à regra e, neste caso, essa excepção é Creepshow – Contos de Terror. É óbvio que há aqui um pormenor que faz toda a diferença: o filme é todo ele feito pelo mesmo realizador, George A. Romero, e escrito pela mesma pessoa, […]

| CRÍTICAS | The Little Tin Man

Peter Dinklage já o tinha mencionado quando explicou porque quase recusou o papel em A Guerra dos Tronos. Em Hollywood, os anões só estão reservados para papéis de anões, elfos ou duendes. Sempre muito bem estereotipados, claro. Afinal de contas, o que esperar de uma indústria que já teve um sub-género do exploitation só com […]

| CRÍTICAS | Os Miseráveis

Em 1862, Victor Hugo escrevia Os Miseráveis, romance fundamental da literatura francesa sobre a desigualdade social, as relações de poder entre a polícia e a população e a justiça social. Em 1995, o filme O Ódio actualiza a mensagem de Victor Hugo para a contemporaneidade e para os banlieues. E agora, em 2020, Os Miseráveis […]

| CRÍTICAS | Radioactive

Marie Curie é um dos grandes símbolos feministas de sempre. Curie foi uma cientista que vingou num mundo predominantemente masculino, numa era em que o patriarcado era particularmente segregador e, mesmo assim, arrecadou dois Nobeis com um grande pinta. Por isso, numa altura de grande consciência feminista, um biopic de Curie torna-se tão óbvio quanto […]

| CRÍTICAS | Síndrome de Estocolmo

Quem está mais ou menos familiarizado com situações de crime e rapto, conhece certamente o termo Síndrome de Estocolmo, o fenómeno psicológico que se dá junto das vítimas de rapto que acabam por criar laços de empatia com os seus captores. No entanto, pouca gente sabe donde vem a sua origem. O filme homónimo de […]

| CRÍTICAS | Heathers

Heathers é um filme de culto que, como todos os filmes de culto, já passou por várias fases. Quando estreou, no já longínquo ano da graça do Senhor de 1989, foi acusado de ser um filme fascista, que promovia a matança escolar e o suicídio; anos depois, com a distância temporal que permite sempre ver […]

| CRÍTICAS | Vampiros no Bronx

Normalmente estamos habituados a ver o zombie flick a ser usado como metáfora para os grandes problemas do mundo moderno, mas existem outros sub-géneros do cinema de terror que também podem servir. É o caso do filme de vampiros, como vem provar a nova produção Netflix, Vampiros no Bronx. Tal como Os Rapazes da Noite, […]

| CRÍTICAS | É Sempre a Mesma Cantiga

Em França existe uma regra não escrita, uma espécie de acordo tácito, que diz que um realizador para ser respeitado e ganhar credibilidade tem que fazer pelo menos um musical. A culpa é de Jacques Demy e, principalmente, do seu Os Chapéus de Chuva de Cherburgo. Por isso, Alain Resnais decidiu ir picar o seu […]