| CRÍTICAS | Melhor é Impossível

Existem filmes assim, que ao fim de 5 minutos já sabemos como vai acabar (neste caso específico de Melhor é Impossível são 2 horas e meia desnecessárias). E, mesmo assim, consegue agarrar-nos com mais força do que a maioria dos filmes espertalhões, que nos tentam convencer com twists e contra-twists e outras muletas narrativas. Ora […]

| CRÍTICA | Todo o Dinheiro do Mundo

Existe um filme que podia ser tremendo, se não tivesse uma obsessão doentia pelo happy ending, que é o Resgate. Nesse filme do Ron Howard, Mel Gibson é um milionário cujo filho é raptado e pelo qual pedem um resgate; ao início ele colabora com a polícia, mas depois muda drasticamente o jogo. Não só […]

| CRÍTICAS | The Order – Cruzada Final

E aquela vez que Jean-Claude Van Damme fez de Indiana Jones dos pobres e foi a Israel procurar uns artefactos arqueológicos quaisquer? Pois, a verdade é que pouca gente se lembra que The Order – Cruzada Final existe. E quem os pode censurar por isso tendo em conta o gabarito desta xungaria? Apesar de ser […]

| CRÍTICAS | Dead Mountaineer’s Hotel

Quando pensamos em ficção-científica soviética, pensamos automaticamente num nome: Andrei Tarkovski. Depois, dependendo do nosso conhecimento cinéfilo (ou nerdice sci-fi), somos ainda capazes de ir ao Aelita ou outro clássico dessa altura. E, no entanto, existe tanta coisa para descobrir. Dead Mountaineer’s Hotel chega da insuspeita antiga república soviética da Estónia e é considerado por […]

| CRÍTICAS | The Post

Quem diria que o homem que inventou o blockbuster como o conhecemos hoje, rompendo com a nova Hollywood, se iria tornar, 40 anos depois, na voz da consciência americana? A Lista de Schindler marcou uma viagem na temática (e na seriedade) dos filmes de Steven Spielberg, que desde então tem abraçado temas mais sensíveis. Além […]

| CRÍTICAS | Rendição Incondicional

Durante um considerável período de tempo da minha juventude, Rendição Incondicional foi, de longe, o melhor filme de sempre. Porque tinha o Van Damme em modo mauzão, quando estávamos habituados a vê-lo como o mocinho que salva o dia; e porque tinha o Bruce Lee a regressar do mundo dos mortos para treinar, física e […]