| CRÍTICAS | Bohemian Rhapsody

Quando Sacha Baron Cohen foi afastado de Bohemian Rhapsody, por mais que Brian May viesse dizer que o actor não tinha respeitado e entendido o legado de Freddie Mercury, não há quem não tenha ficado preocupado com a possível sanitização que o biopic poderia vir a ter. E quando, mais tarde, foi a vez do realizador […]

| CRÍTICAS | 22 de Julho

Apesar de não ter sido assim há tanto tempo, existe já um número considerável de filmes sobre o 11 de Setembro. E, de todos eles, o melhor continua a ser Voo 93, sobre o avião que não atingiu o alvo devido à intervenção dos passageiros. E, na luta, estava, por exemplo, um realizador bem comprometido […]

| CRÍTICAS | Shoplifters – Uma Família de Pequenos Ladrões

A abertura de Shoplifters – Uma Família de Pequenos Ladrões, com pai e filho a furtarem pequenos produtos num supermercado, muito à O Carteirista, diz-nos logo ao que vamos. Quer dizer, bastava olharmos para o título do filme para o percebermos, mas fica muito melhor abrir uma prosa com uma referência a Bresson, não acham? […]

| CRÍTICAS | A Balada de Buster Scruggs

E eis que a Netflix afiambra o dente em mais um peso pesado de Hollywood. Deste vez foram os irmãos Coen, que, com A Balada de Buster Scruggs, filmam pela primeira vez em digital. O filme é uma antologia de contos ambientados no Velho Oeste, utilizando um género a que os manos não são propriamente […]

| CRÍTICAS | Bomb City

De quando em vez, lá alguém se lembra de ressuscitar a eterna discussão da influência da música rock (o heavy e o punk, especialmente) no comportamento dos jovens. Normalmente isso acontece com mais fervor quando acontece um episódio particularmente violento, como foi o caso do massacre de Columbine. Quem não se lembra das acusações a […]

| CRÍTICAS | O Clube de Dallas

Matthew McConaughey parecia ser um tipo fadado para filmes esquecíveis, entre chick flicks e aventuras de domingo à tarde na TVI, até cair por completo na irrelevância (lembram-se do Brandon Fraser? Exacto, quase ninguém se lembra). Até que fez The Paperboy – Um Rapaz do Sul, especializou-se em personagens sulistas e tem vindo a partir […]

| CRÍTICAS | Três Cartazes à Beira da Estrada

“Ah e tal, eu não voto porque o meu voto não altera nada”. “Não vou a manifestações porque não servem para nada”. “Não apoio causas sociais porque diferença fará o meu apoio?” Sempre que alguém vos atirar um destes argumentos esfarrapados para justificar a sua demissão da participação activa na sociedade, esfreguem-lhe o DVD de […]

| CRÍTICAS | Feliz Natal, Mr. Lawrence

Não foi só em Portugal, ainda a ressacar dos recém-conquistados ares de liberdade, que Nagisa Ôshima criou sensação. Pela primeira vez, o Ocidente fazia do Oriente um fenómeno de massas, fascinado não tanto pela história de obsessão de O Império dos Sentidos, mas principalmente pela parte erótica. Quem, nos anos 80 e 90, nunca viu […]

| CRÍTICAS | Nunca Estiveste Aqui

A galesa Lynne Ramsay, autora do desconcertante Temos de Falar Sobre Kevin, imiscuiu-se num território normalmente masculino e assinou um filme de vingança bem brutal. E Nunca Estiveste Aqui deixou muito boa gente desconcertada, sem saber bem como reagir. Em Cannes, por exemplo, reagiram com espanto e surpresa, tendo o filme sido fortemente ovacionado. Estava […]

| CRÍTICAS | King Cobra

King Cobra é o biopic de Brent Corrigan, a jovem estrela porno cujo produtor, Bryan Kocis, numa disputa pelos direitos de autor do nome do actor, acabou assassinado por outros produtores rivais da indústria. Sendo o outro filme do realizador Justin Kelly, O Meu Nome é Michael, a também história real de Michael Glatze, um […]