| CRÍTICAS | Por Favor Não Me Morda o Pescoço

Quando era puto, havia dois filmes que davam regularmente na televisão e que eu sempre me recusei a ver, graças aquele sistema de avaliação infalível que era filmes com títulos estúpidos são filmes estúpidos. O primeiro dava todos os Natais e o meu pai obrigava-me sempre a gravar, mas eu nunca o fazia; era O Bom, o […]

| CRÍTICAS | Blackkklansman – O Infiltrado

É fácil olhar para a sinopse de Blackkklansman – O Infiltrado e perceber que daria um filme bem diferente consoante o realizador escolhido. Por exemplo, se virmos o cartaz do filme imaginamos facilmente uma comédia de enganos com o Martin Lawrence e o Jonah Hill (estão a perceber a referência ao Jonah Hill que fiz aqui?). […]

| CRÍTICAS | Murder Me, Monster

Uma das principais forças do cinema de David Lynch é a de estender uma capa de normalidade, atrás da qual estende a sua galeria de coisas grotescas e surreais. Por isso, quando depois nos atira um anão a falar ao contrário e outras esquisitices, o impacto é duplicado ou triplicado. É assim nos seus melhores […]

| CRÍTICAS | Aparelho Voador a Baixa Altitude

Sempre que estreia um filme português com elementos fantásticos lá vem logo o carimbo de primeiro filme português de ficção-científica (lembram-se quando estreou o Contraluz?). Mas o que é certo é que raramente se recorda Aparelho Voador a Baixa Altitude. Pode não ser o primeiro filme de ficção-científica nacional, mas Solveig Nordlund é a realizadora que mais vezes adaptou […]

| CRÍTICAS | A Filha

Solveig Nordlund sempre foi uma espécie de OVNI a trabalhar no cinema português, por se dedicar a géneros e temas pouco abordados nos nossos filmes: a ficção-científica e o thriller psicológico, assim como outras variantes do cinema fantástico. Agora que foi homenageada no MotelX deste ano, talvez seja altura de se tornar numa espécie de […]

| CRÍTICAS | Inner Ghosts

A cientista e professora catedrática Helen (Celia Williams) está a tentar comunicar directamente com o eu interior das pessoas, aquilo que pode ser visto como a alma, com o intuito de revolucionar a medicina moderna. Imagine-se ser possível comunicar com alguém que esteja em coma, por exemplo. É revolucionador, as potencialidades são imensas e, após a apresentação […]

| CRÍTICAS | The Field Guide to Evil

Os filmes-mosaico, com vários realizadores, não costumam ser boa ideia. Na teoria até parece uma premissa bastante interessante, a de juntar vários realizadores de quem se gosta para abordarem um tema comum segundo os seus pontos de vista próprios, mas na prática acaba quase sempre por ser uma salgalhada de curtas-metragens de diferentes estilos e […]

| CRÍTICAS | Cam

Uma vez vi um site em que havia vários canais disponíveis, onde determinadas meninas estavam em streaming, fazendo coisas para a câmara enquanto conversavam com quem assistia a troco de dinheiro. Foi para pesquisa de um trabalho da escola e foi um amigo que me falou disso, claro. Por isso, quando comecei a ver Cam […]