| CRÍTICAS | Escape from Pretoria

Nelson Mandela será sempre o principal rosto da luta pelos direitos humanos e anti-Apartheid da África do Sul, mas foram muitos os outros nomes que fizeram parte da luta. Um desses homens foi Tim Jenkin, activista que, em 1979, escapou de forma épica com mais dois amigos da prisão de Pretória. O ano passado celebrou-se os 40 anos desse evento e, para o assinalar da melhor forma, realizou-se Escape from Pretoria.

Escape From Pretoria é então um filme de prisão e, sobretudo, um filme sobre fugas de prisão. Começa com Tim Jenkin (Daniel Radcliffe) e Stephen Lee (Daniel Webber) a serem presos a 12 e 8 anos de prisão respectivamente por distribuição de propaganda(!) e depois prolonga-se durante 400 dias, em que os dois engendram uma fuga limpinha, depois de terem construído dezenas de chaves de madeira que abriram todos as portas do cárcere até à liberdade. A acompanha-los seguiu Leonard (Mark Leonard Winter), personagem fictícia criada para efeitos dramáticos, mas baseada no terceiro activista da fuga, Alex Moumbaris.

Escape From Pretoria é uma espécie de Papillon, mas na África do Sul, o que não deixa de ser curioso, tendo em conta que Tim Jenkin afirmou ter-se influenciado no livro Henri Charrière. No entanto, é um filme muito mais focado na fuga e em toda a sua anatomia, do que propriamente na vida na prisão. Isso faz com que, às vezes, pareça dar saltos no argumento, inserindo informação que não a vimos a vir antes. O filho de Leonard, que vem incutir drama à contenda, é o aspecto mais flagrante.

No entanto, quando chega ao momento da fuga, Escape From Pretoria consegue ser um grande filme. Afinal de contas, é para aí que estão canalizadas todas as suas forças. Os 15 minutos da fuga conseguem ser um sufoco angustiante e um belo momento de suspense, que nos deixa a todos de coração nas mãos, enquanto aqueles três homens avançam silenciosamente abrindo porta a porta com chaves feitas de madeira. Não é muito, mas o McBacon é mais do que muitos filmes conseguem almejar.

Título: Escape from Pretoria
Realizador: Francis Annan
Ano: 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *