| CRÍTICAS | Jogo de Damas

1

Aqui há uns anos, o cinema português já se tinha enamorado por Os Amigos de Alex (olá Um Funeral à Chuva). Afinal de contas, é fácil gostarmos do clássico de Lawrence Kasdan, porque é inevitável identificar-nos com ele. Já toda a gente teve, pelo menos uma vez na vida, um momento em que parou e avaliou a sua existência no mundo.

Jogos de Damas é, portanto, uma variação de Os Amigos de Alex, mas apenas com mulheres. E a escolha deste grupo de actrizes (do melhor que a nossa televisão, cinema e teatro tem para oferecer) c0lhe logo a nossa simpatia. Rita Blanco, Ana Padrão, Ana Nave, Maria João Luís e Fátima Belo são cinco amigas que vão passar uma noite juntas, na unidade de turismo rural de uma sexta que acaba de falecer.

As cinco amigas vão assim acabar por avaliar as suas vidas até ao momento, sozinhas e umas com as outras, afectadas por aquele momento impactante. Jogo de Damas reflecte assim sobre a vida e a morte, mas também sobre os valores do amor, da amizade ou do trabalho. É, por isso, um filme de argumentista, que parece abusar dos relacionamentos amoroso para conseguir forçar algum pathos.

1111

Apesar de vir do universo televisivo, é no teatro que a realizadora Patrícia Sequeira parece influenciar-se, na forma como coreografa a disposição das actrizes nos enquadramentos. Em contrapartida é infeliz o suo abusivo do plano, sempre a sublinhar a traço grosso os momentos dramáticos, como se tivesse medo de nos deixar pensar ou de deixar o filme repousar em silêncio. E nem sequer vou mencionou a versão farsola ao piano de Amanhã é sempre longe demais, o tema dos Rádio Macau que contamina todo o filme.

Jogo de Damas é um filme simpático, que tem ainda a vantagem de ter cinco actrizes com letra grande. E quando o argumento as deixa encaminhar e soltarem-se, o filme tem os seus melhores momentos. Nem sempre isso acontece, mas é o suficiente para levar um McChicken.mcchickenTítulo: Jogo de Damas
Realizador: Patrícia Sequeira
Ano: 2015

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *