| CRÍTICAS | Geada

Manoel de Oliveira viveu praticamente toda a sua vida com o rótulo de cineasta lento e chato. E, no entanto, a maioria dos que o acusavam de fazer filmes onde não se passava nada nunca viram sequer um dos títulos da sua filmografia. E, muito menos, nunca viram filmes de gente como Sharunas Bartas, que […]