| CRÍTICAS | O Clube

O Clube está para os jovens dos anos 80 assim como Fúria de Viver está para os dos anos 60. No entanto, os motivos são bem diferentes. Enquanto que, no filme de Elia Kazan, James Dean rebelava-se contra a sociedade condescendente e “normalizada” pós-Segunda Grande Guerra, no filme de John Hughes o brat pack levanta a voz em […]