| CRÍTICAS | O Legionário

No seu período áureo, Jean-Claude Van Damme realizou oito filmes em seis anos(!), numa sequência de luxo para os amantes do cinema xunga que começa com Força Destruidora e termina com Máquinas de Guerra Todos eles têm praticamente a mesma história e estamos fartos de a apontar sempre que falamos de um filme de Van […]

| CRÍTICAS | Em Busca da Cidade Perdida

A carreira de Jean-Claude Van Damme foi feita sempre com variações da mesma história, a saber: Van Damme é [inserir ocupação mais ou menos aleatória], alguém mata/deixa incapacitado [escolher a opção que melhor se adequa] um parente/amigo [novamente escolher a opção certa] e Van Damme vai vingar-se. Por isso, talvez cansado de estar a fazer […]