| CRÍTICAS | Força Destruidora

Jean-Claude Van Damme fez toda uma carreira à conta de repetir o mesmo filme. Na música isso até não é propriamente mau (alguém mencionou os Ramones ou os Cramps?), mas no cinema a coisa já não é assim tão simples. A fórmula dos filmes de Van Damme é, portanto, sempre a mesma e é assim: […]

| CRÍTICAS | Máximo Risco

Jean-Claude Van Damme parece que tem passado toda a sua carreira a fazer o mesmo filme. Máximo Risco é apenas mais uma das milhentas variações desse exemplo, ao reciclar a premissa de um dos seus melhores filmes: Duplo Impacto. Ou seja, Máximo Risco é mais um filme em que o Van Damme descobre que tem […]

| CRÍTICAS | Máquinas de Guerra

Seguindo o sucesso dos homens-máquina de Exterminador Implacável e RoboCop, Jean-Claude Van Damme também experimentou o género no início dos anos 90. Se bem que, no seu caso, nunca percebemos muito bem até que ponto é humano ou não, porque a parte de ficção científica nunca é bem explicada – exceptuando qualquer coisa acerca da […]

| CRÍTICAS | Street Fighter – A Batalha Final

As adaptações dos jogos de computador sempre foram o calcanhar de Aquiles do cinema. Desde o hecatombe épico de Super Mário até às pragas bíblicas de Uwe Boll, há toda uma série de filmes que não vale a pena recordar (e sim, estou a incluir o primeiro Tomb Raider). E se o desenvolvimento do CGI […]

| CRÍTICAS | Fronteira Explosiva

Em Corpo de Combate, Jean-Claude Van Damme lutara no Afeganistão, apesar das paredes de Cabul estarem cheias de pinturas do Ayatollah Khomeini (sic). E em Fronteira Explosiva, chegou a vez de Jean-Claude Van Damme enfrentar esses mesmos veteranos, mas cujo síndrome pós-traumático deu-lhes para se dedicarem ao banditismo. Stephen Lord, auxiliado por Scott Adkins, é um […]

| CRÍTICAS | A Legião dos Duros

Basta olharmos para a carreira de Jean-Claude Van Damme para percebermos que tem uma estranha obsessão pela Legião Estrangeira. Talvez tenha crescido a ver as mil e uma adaptações do Beau Geste ao cinema (ou então não), mas o que é certo é que por mais de uma vez que vimos o belga afazer de […]

| CRÍTICAS | Corpo de Combate

Jean-Claude Van Damme e Sheldon Lettich sempre se deram bem, especialmente em Duplo Impacto (um dos mais icónicos filmes xunga do belga), mas também em O Legionário. Mesmo que The Order – Cruzada Final já tenha sido uma treta, não admira que os dois se tenham voltado a cruzar em 2006, quando Van Damme andava […]

| CRÍTICAS | Terrorismo a Alta Velocidade

Com o descalabro que foi Soldado Universal – O Regresso, a carreira de Jean-Claude Van Damme batia no fundo, com o belga a ficar confinado ao straight-to-video. Os filmes que se seguiriam reflectiriam esse novo mínimo e Terrorismo a Alta Velocidade era o melhor exemplo dessa nova fase da sua filmografia. O filme de Bob Misiorowski […]

| CRÍTICAS | The Order – Cruzada Final

E aquela vez que Jean-Claude Van Damme fez de Indiana Jones dos pobres e foi a Israel procurar uns artefactos arqueológicos quaisquer? Pois, a verdade é que pouca gente se lembra que The Order – Cruzada Final existe. E quem os pode censurar por isso tendo em conta o gabarito desta xungaria? Apesar de ser […]