| CRÍTICAS | Polícias Corruptos

Apesar de fazer 500 filmes por ano, Nicolas Cage consegue ter um palmarés respeitável (um Oscar incluído, é favor não esquecer) e, mais importante ainda, um street creed bem respeitável. Aliás, esse crédito junto do público é bem mais alto do que a sua credibilidade em Hollywood. A internet pode ama-lo, mas é cada vez […]

| CRÍTICAS | Arizona Dream

Há um excerto bastante interessante de uma análise a esta única experiência hollywoodesca de Emir Kusturica que descreve o filme como uma revisitação pós-moderna da história do cinema, um filme onde o elenco é um espelho do passado, do presente e do futuro da própria sétima arte. Primeiro porque o realizador jugoslavo recupera duas estrelas apagadas, qual Quentin […]