| CRÍTICAS | Sete Irmãs

Sete Irmãs ambienta-se num daqueles futuros distópicos que fazem as delícias do pessoal que vai ao Boom e diz coisas como “o covid não é o vírus, o vírus somos nós” (vide Earth is Healing meme) e que, por razões obscuras que ainda não consegui alcançar, é o mesmo pessoal que acha que o David […]

| CRÍTICAS | Becoming

Escrevo-vos isto com o estômago às voltas e acho que tem pouco a ver com a tosta de frango que almocei e muito a ver com o documentário Becoming. A figura de Primeira Dama é um anacronismo estúpido. Um resquício monárquico que alia hoje em dia um conservadorismo parvo, que acha que o modelo de […]

| CRÍTICAS | The Last Dance

Comecemos pelos factos: gente que tenha nascido nos anos 80 e não tenha passado por uma fase em que gostava de ser o Michael Jordan, não é de confiança. Ainda hoje estou convencido de que passou ao meu lado uma grande carreira como basquetebolista não tivesse o Sporting Club Marinhense acabado com os sonhos que […]

| CRÍTICAS | Miss Americana

Este texto não é sobre a música de Taylor Swift. Aqui há tempos, quando anunciaram que a Taylor Swift seria cabeça de cartaz no Alive, o meu feed do Facebook inundou-se subitamente de ódio. Não só não percebi porquê, como fiquei bastante desconfortável com o fenómeno. Apesar de um ocasional abanar de anca ao som […]

| CRÍTICAS | A Plataforma

– Porque é que mijas para os que estão abaixo de ti?– Porque eles fariam exactamente a mesma coisa se estivessem acima de mim. Os filhos da puta! A Plataforma parte de uma grande ideia. Num tom muito parecido com Cubo, Expresso do Amanhã ou Circle, o protagonista vê-se dentro de uma estrutura vertical onde, […]

| CRÍTICAS | A Mulher Mais Odiada da América

Olhamos para A Mulher Mais Odiada da América e é impossível não sermos levados ao engano. Um filme Netflix com um título destes só pode ser uma coisa: mais um dos documentários criminais do serviço de streaming. Só que não. A Mulher Mais Odiada da América é o biopic Madalyn Murray O’Hair (Melissa Leo), fundadora […]

| CRÍTICAS | Diamante Bruto

Todos os comediantes (ou, pelo menos, aqueles de que vale a pena mencionar) têm o seu filme sério, onde nos entregam um papelão (e um filmão) como quem “eu só faço palhaçada porque quero”. E Adam Sandler fez o seu logo em 2002, em Embriagado de Amor. Não que dizer que, de vez em quando, […]

| CRÍTICAS | Solo

Costuma-se dizer que, perante uma situação de quase morte, a vida passa-nos em frente aos olhos. Normalmente é isso que acontece na maioria dos survivor movies, principalmente naqueles em que o protagonista fica sozinho em situações extremas (olá 127 Horas), com o recurso a flashbacks. Mas em Solo o que acontece é o oposto: é […]

| LISTA | Os 10 Melhores Filmes de 2019 da Sara Galvão

2019 – o ano em que estreou aquele filme que fez uma crítica acérrima ao capitalismo selvagem, às pessoas que dele beneficiam e mostra o quão complicado pode ser o desemaranhar de um rol de mentiras, em prol de dinheiro fácil. Falamos, claro está, de A Ovelha Choné – A Quinta Contra-Ataca, o filme que […]

| CRÍTICAS | Atlantique

Aquilo a que se convencionou chamar de “crise dos refugiados” e o drama da rota da emigração do Mediterrâneo tem tido algum eco no cinema dos últimos tempos, especialmente no documentário e naqueles filmes tipo casos da vida. No entanto, tal como nas histórias na comunicação social, há sempre um outro lado que fica esquecido: […]