| CRÍTICAS | Cidade das Sombras

Depois de um holocausto que nunca nos é explicado, mas que imaginamos ser nuclear, os últimos sobreviventes da Terra são colocados a viver no subsolo, numa cidade que é uma espécie de retro-steampunk com um qualquer estado comunista soviético semi-decadente. É o mito de shambala e da terra oca, mas ao contrário. É que aqui, […]

| CRÍTICAS | Lady Bird

A estreia de Greta Gerwig na cadeira de realizador (ela, que é um dos principais nomes da comédia alternativa norte-americana, também já tinha dado provas como argumentista) é um daqueles filmes indie que há não muito tempo fez escola em Sundance e criou o seu próprio estilo. É uma espécie de comédia auto-depreciativa, mas extremamente consciente […]