| CRÍTICAS | Blackkklansman – O Infiltrado

É fácil olhar para a sinopse de Blackkklansman – O Infiltrado e perceber que daria um filme bem diferente consoante o realizador escolhido. Por exemplo, se virmos o cartaz do filme imaginamos facilmente uma comédia de enganos com o Martin Lawrence e o Jonah Hill (estão a perceber a referência ao Jonah Hill que fiz aqui?). […]

| CRÍTICA | Star Wars – Os Últimos Jedi

Depois de O Despertar da Força ter sido um remake de A Guerra das Estrelas, estávamos todos à espera que este novo Os Últimos Jedi (que oportunidade desperdiçada de o terem traduzido para A furia do último Jedi) fosse um remake de O Império Contra-Ataca. E tendo em conta que esse é o melhor episódio […]

| CRÍTICAS | The Meyerowitz Stories (New and Selected)

Agora que rebentou toda a história de Harvey Weinstein-predador sexual, é uma boa altura de falar do outro flagelo que o seu legado nos deixou: a autonomização do indie como um género próprio, trazendo para o mainstream uma certa forma alternativa de fazer cinema. Esse indiewood fez com que vários autores independentes entrassem também eles numa […]

| CRÍTICAS | Sorte à Logan

Steven Soderbergh interrompeu a sua reforma compulsiva, que havia anunciado após Por Detrás do Candelabro, desencantado com a indústria depois de não ter conseguido arranjar distribuidor para o filme, para fazer Sorte à Logan, um trabalho muito parecido com Ocean’s Eleven – Façam as Vossas Apostas. Parecido no conteúdo – afinal de contas, são ambos […]

| CRÍTICAS | Paterson

Os filmes de Jim Jarmusch sempre foram uma espécie de poemas, normalmente etéreos, quase a desvanecerem-se, outras vezes meio surrealistas e místicos. É por causa dessa faceta mais sensível que o apelidam muitas vezes do realizador norte-americano mais europeu de todos. E, no entanto, nunca antes Jarmusch tinha feito um filme tão directamente relacionado com […]

| CRÍTICAS | Silêncio

Depois de ter deixado de ser o eterno ignorado pela Academia, tendo sido curiosamente reconhecido com um Oscar por aquele que é provavelmente o seu pior filme (sim, estou a falar de O Lobo de Wall Street), Martin Scorsese pôde finalmente dedicar-se um dos seus projectos de estimação: Silêncio, a adaptação do romance homónimo do […]