| CRÍTICAS | Os 7 de Chicago

Em 1968, os Estados Unidos estavam a ferro e fogo (ontem como hoje), cheios de convulsões sociais internas, espoletadas pelo Vietname, pelos direitos negros ou pela causa feminista. Em Agosto desse ano, o partido Democrata organiza a sua convenção para escolher o seu candidato presencial em Chicago e vários colectivos activistas aproveitam para convocarem protestos, […]

| CRÍTICAS | Project Power

Com os cinemas, a televisão e o streaming completamente atolados com os universos cinematográficos da Marvel e da DC, o que é que os executivos decidem fazer? Mais filmes de heróis! No entanto, os super-heróis de Project Power são muito diferentes dos que estamos habituados, já que estes são homens comuns que ganham poderes por […]

| CRÍTICAS | Hesher Esteve Aqui

Houve uma altura em que Joseph Gordon-Levitt era apenas o puto de Terceiro Calhau a Contar do Sol. Depois, sem que nada o fizesse antever, Gordon-Levitt fez dois filmes incríveis que nos deixaram a pensar (alguém mencionou Brick e Mysterious Skin?). Queres ver que afinal o miúdo ainda se faz? E não é que se […]

| CRÍTICAS | Vigilante

Na transição entre a patetice de 3º Calhau a Contar do Sol (no bom sentido, claro) e o mainstream (onde se tornou num dos mais respeitáveis actores da actualidade), Joseph Gordon-Levitt fez uma série de filmes independentes, que continuam a ser das melhores coisinhas da sua filmografia. É o caso, por exemplo, de Mysterious Skin […]

| CRÍTICAS | Looper – Reflexo Assassino

Quem diria que, dez anos depois, o puto de O Terceiro Calhau a Contar do Sol iria ser um dos actores do momento, enquanto que French Stewart iria ser apenas, esperem… French-quem? Com um par de papéis nos filmes certos e meia-dúzia de desempenhos geniais, Joseph Gordon-Levitt tem-se assumido como um dos valores seguros de […]

| CRÍTICAS | G.I. Joe – O Ataque dos Cobra

Quando era puto se havia coisa que eu curtia mesmo eram os GI Joes. Tinha dezenas de bonecos desses e só não tinha mais porque não mos compravam. Havia qualquer coisa naqueles action figures articulados que só encontrava rival no Spectrum (isto foi muito antes de aparecerem as consolas da Sega e da Nintendo), mas […]

| CRÍTICAS | Snowden

Oliver Stone é aquilo que, actualmente, temos de mais parecido aquele cinema de denúncia que marcou a década de 70. No entanto, há vezes que o realizador norte-americano se deixa entusiasmar pela sua agenda e leva-a longe de mais, em prejuízo dos próprios filmes. Por isso, um filme como Snowden tinha tanto para correr bem como para […]