| CRÍTICAS | Especial Mamma Mia!

Mamma Mia! foi o filme mais visto do ano da graça do Senhor de 2008. Não ganhou nenhum Oscar nem nenhum crítico (com boa ou má vontade) o elogiou, mas, no entanto, toda a gente o viu, quer de livre vontade quer obrigado e quer tenham vergonha de o admitir ou não. Eu não tenho vergonha […]

| CRÍTICAS | Baby Driver – Alta Velocidade

O Orange, do Jon Spencer, é capaz de ter uma das melhores entradas de sempre da história do rock’n’roll. Começa com uma malha de guitarra e bateria com um violino por cima e vai demorando-se até que, no seu modo de pregador desvairado, ouve-se thank you very much, ladies and gentlemen, right now I got to tell […]