| CRÍTICAS | O Lobo de Wall Street

Vemos O Lobo de Wall Street e percebemos que continua quase tudo na mesma no corpo de obra de Martin Scorsese, a saber: Leonardo DiCaprio continua a ser o seu novo actor fetiche, continua a filmar histórias de mafiosos (mafioso como em bandido vigarista e não como membro da Máfia) e mantém os temas do costume – […]

| CRÍTICAS | Era Uma Vez… em Hollywood

A cineflia sempre foi o combustível do cinema de Quentin Tarantino, se bem que muitas vezes vemos isso ser chamado de nerdice, tendo em conta que a maior parte das suas referências vem da série b ou de subgéneros mais ou menos mal vistos na indústria. No entanto, em Era Uma Vez… Em Hollywood Tarantino […]

| CRÍTICAS | O Grande Gatsby

Se não soubessemos que O Grande Gatsby, o grande clássico da literatura moderna norte-americana de F. Scott Fitzgerald, foi publicado em 1925, até acreditaríamos que o filme de Baz Luhrmann tinha sido feito de propósito para Leonardo Di Caprio. Afinal de contas, existem grandes semelhanças entre Jay Gatsby e Di Caprio, ambos conhecidos por darem […]

| CRÍTICAS | Shutter Island

Existem três tipos de filmes: aqueles que, quando estreiam, são grades sucessos de popularidade, com grande adesão do público e, normalmente, arrecadando alguns Oscares, para logo depois desaparecerem da memória colectiva, exceptuando quando vamos ao Jumbo e damos a volta aos DVD em promoção a 1 euro; aqueles que, quando estreiam, passam despercebidos ou são […]