| CRÍTICAS | Good Time

Depois de ter aparecido em várias listas dos melhores filme de 2017 (incluindo a do Tio Xunga, publicada aqui mesmo nesta estaminé insuspeito), tive que ir espreitar este Good Time e ver do que se tratava afinal. E tendo em conta que nunca tinha visto nenhum filme dos irmãos Safdie antes (incluindo o bem falado […]

| CRÍTICAS | Cosmopolis

Depois de ter construído uma filmografia a explorar os limites do mal, especialmente quando projectados no corpo de outro eu, David Cronenberg começou a teorizar mais sobre este tema. E os seus últimos trabalhos têm vindo a aproximar-se cada vez mais e mais da palavra, num percurso que começou com Uma História De Violência. E […]