| ESPECIAL | Parque Jurássico

PARQUE JURÁSSICO Em 1993, Steven Spielberg voltou ao domínio dos filmes de monstros, duas décadas depois de um certo tubarão branco o ter catapultado para o estrelato. No entanto, desta vez o monstro foi ainda mais impressionante. E o uau ainda mais longo, com o recurso a um CGI que, pela primeira vez, não parecia […]

| CRÍTICAS | Ready Player One – Jogador 1

Nunca pensei vir a dizer isto, mas o meu nível de desespero é tal que cá vai: que venha o revival dos anos 90! Já estou tão farto de música com sintetizadores manhosos, penteados com permanentes, peta zetas e spectrums que já nem me importo de levar outra vez com as saias por cima das […]

| CRÍTICAS | The Post

Quem diria que o homem que inventou o blockbuster como o conhecemos hoje, rompendo com a nova Hollywood, se iria tornar, 40 anos depois, na voz da consciência americana? A Lista de Schindler marcou uma viagem na temática (e na seriedade) dos filmes de Steven Spielberg, que desde então tem abraçado temas mais sensíveis. Além […]

| CRÍTICAS | Poltergeist, o Fenómeno

Apesar de ter sido creditado a Tobe Hooper, Poltergeist, o Fenómeno, um dos filmes sensação de 1982, foi responsabilidade quase total do seu produtor, Steven Spielberg. Na altura a rodar ET, o Extraterrestre (que viria a estrear na semana seguinte), Spielberg preferiu manter-se apenas como “consultor criativo”, apesar de ter filmado ambos em simultâneo. Apenas […]

| CRÍTICAS | O Milagre da Rua 8

Sabemos que o legado de alguém é forte quando começamos a utilizar o seu apelido como adjectivo. Foi o que aconteceu a Frank Capra, o realizador cujo nome passou a ser sinónimo de cinema humanista, alinhado com os mais altos e nobres valores morais. Depois surgiu Steven Spielberg, o seu sucessor directo, e o adjectivo capriano […]

| CRÍTICAS | Encontros Imediatos do 3º Grau

Em apenas três filmes, Steven Spielberg revolucionou a indústria do cinema e tornou-se no rei do entretenimento. Encontros Imediatos de 3º Grau foi o segundo desses três blockbusters (na altura ainda não se sabia que eram blockbusters), onde encontramos várias características da sua obra: as crianças, não necessariamente como protagonistas, mas com uma visão sem filtros […]