| CRÍTICAS | Corrida da Morte no Ano 2000

Quanto David Carradine morreu aqui há uns anos, alegadamente depois de um truque de auto-satisfação que não correu lá muito bem, as referências nos meios de comunicação sucederam-se. Na maior parte das vezes, falou-se em demasia de Kill Bill; aqui, neste imodesto tasco cinematográfico, teria-se falado muito (e devidamente) de McQuade, O Lobo Solitário; mas em […]

| CRÍTICAS | Homenzinhos

Em O Amor é Estranho, o filme anterior de Ira Sachs (que demorou, inexplicavelmente, dois anos a estrear cá), haviam dois seniores que tinham que recomeçar de novo as suas vidas, depois de ficarem sem a sua casa. No seu novo Homenzinhos existem, por sua vez, dois miúdos, que se tornam melhores amigos depois do […]

| CRÍTICAS | Chevalier

Biologicamente falando, em todos os grupos surge o denominado membro alfa. Este é o indivíduo que se destaca dos demais, exercendo um ascendente sobre os restantes, normalmente através da violência, da competição ou de outras ferramentas sociais. Também normalmente esta posição é assumida por um macho, se bem que não necessariamente. Esta breve introdução serve […]

| SÉRIES | Fleabag

Nos primeiros minutos do primeiro episódio da primeira temporada de Fleabag, é-nos oferecido um monólogo sobre sexo anal feito pela protagonista da série, quebrando a quarta parede enquanto ela própria, num aparente acto de compaixão como quem dá uma moeda a um mendigo porque a ia gastar em porcaria de qualquer das formas. Esta é provavelmente […]

| CRÍTICAS | Inadaptado

Existem duplas que só funcionam assim, juntinhas. Quando se separam até podem alcançar grandes feitos, mas normalmente nunca mais atingem a genialidade. Assim de repente lembro-me dos franceses Jean-Pierre Jeunet e Marc Caro, que depois de uma série de filmes incríveis (olá Delicatessen, olá A Cidade das Crianças Perdidas) nunca mais fizeram nada de extraordinário […]

| CRÍTICAS | Tecla Tónica

Daqui a poucos anos, se o mundo for um local justo, o realizador Eduardo Morais receberá as insígnias Ordem do Infante das mãos do nosso Presidente da República pelo seu contributo para a cultura portuguesa. É que desde que lançou Meio Metro de Pedra, Eduardo Morais tem feito um trabalho de garimpagem tremendo, resgatando a […]

| CRÍTICAS | Hell or High Water – Custe o que Custar!

Apesar de já ter sido dado como morto éne vezes, o western continua a dar sinais de vida de quando em vez, em inúmeras variações. Desde as mais previsíveis (olá Os Três Enterros de um Homem) às mais improváveis (olá Profissão: Duro), o que não faltam aí são filmes que pegam nos códigos desse género […]