| CRÍTICAS | Três Cartazes à Beira da Estrada

“Ah e tal, eu não voto porque o meu voto não altera nada”. “Não vou a manifestações porque não servem para nada”. “Não apoio causas sociais porque diferença fará o meu apoio?” Sempre que alguém vos atirar um destes argumentos esfarrapados para justificar a sua demissão da participação activa na sociedade, esfreguem-lhe o DVD de […]

| CRÍTICAS | Feliz Natal, Mr. Lawrence

Não foi só em Portugal, ainda a ressacar dos recém-conquistados ares de liberdade, que Nagisa Ôshima criou sensação. Pela primeira vez, o Ocidente fazia do Oriente um fenómeno de massas, fascinado não tanto pela história de obsessão de O Império dos Sentidos, mas principalmente pela parte erótica. Quem, nos anos 80 e 90, nunca viu […]

| CRÍTICAS | Nunca Estiveste Aqui

A galesa Lynne Ramsay, autora do desconcertante Temos de Falar Sobre Kevin, imiscuiu-se num território normalmente masculino e assinou um filme de vingança bem brutal. E Nunca Estiveste Aqui deixou muito boa gente desconcertada, sem saber bem como reagir. Em Cannes, por exemplo, reagiram com espanto e surpresa, tendo o filme sido fortemente ovacionado. Estava […]

| CRÍTICAS | King Cobra

King Cobra é o biopic de Brent Corrigan, a jovem estrela porno cujo produtor, Bryan Kocis, numa disputa pelos direitos de autor do nome do actor, acabou assassinado por outros produtores rivais da indústria. Sendo o outro filme do realizador Justin Kelly, O Meu Nome é Michael, a também história real de Michael Glatze, um […]

| CRÍTICAS | Fahrenheit 11/9

O mundo está tão mau que agora olhamos para os filmes de Michael Moore e já nem os achamos estranhos. Ele é agora só uma voz sensata, num mundo polarizado e cada vez mais assustador, tendo passado a ser um tipo moderado num mundo de loucos. Por isso, depois de vermos o seu novo Fahrenheit […]

| CRÍTICAS | Pedro e Inês

A carreira de António Ferreira enquanto realizador sempre soube a pouco. Isto porque Esquece Tudo o que te Disse continua a ser um dos grandes títulos nacionais dos últimos anos e Embargo é um pequeno filme com muito potencial. Assim, por ser um realizador raro, é com grande entusiasmo que recebemos o seu regresso com […]

| CRÍTICAS | Venom

A linha de montagem da Marvel continua imparável e não há nada que lhe escape ao ímpeto autofágica. Desta vez é Venom, o vilão do Homem-Aranha que ganha aqui autonomia e um filme próprio, em registo de anti-herói, num tomo independente do restante universo Marvel. Ou seja, um filme claramente para capitalizar a galinha dos […]

| CRÍTICAS | O Interminável

Por alguma razão, as seitas e os cultos propagam-se nos Estados Unidos como cogumelos. Existem os casos mais conhecidos da Família, de Charles Manson, ou de Jonestown, mas basta dar uma vista de olhos pela secção de documentários do Netflix para descobrir uns quantos títulos desconcertantes (olá Wild Wild Country, olá Holly Hell). Por isso, […]

| CRÍTICAS | Raiva

Quando Portugal enviou o cante alentejano para ser considerado pela Unesco para património imaterial da Humanidade, Sérgio Tréfaut foi um aliado de peso. O realizador de Lisboetas acabou mesmo por realizar um documentário sobre o cante, chamado Alentejo, Alentejo, que acabaria por colocar a semente que iria germinar neste Raiva, adaptado do romance Seara de Vento, […]

| CRÍTICAS | Passageiros

Já sabemos que o espaço é um local silencioso, perigoso e solitário. O cinema de ficção-científica está farto de nos dizer. No entanto, nunca a premissa tinha sido levada tão a sério quanto em Passageiros, o filme de Morten Tyldum que, tal como Gravidade, utiliza a imensidão do vácuo para uma parábola bíblica. Comecemos então […]